Quem sou eu

Minha foto
Poeta - escritor - cronista - produtor cultural. Professor de Português e Literaturas. Especialista em Estudos Literários pela FEUC. Especialista em Literaturas Portuguesa e Africanas pela Faculdade de Letras da UFRJ. Mestre em Literatura Portuguesa pela UFRJ. Nascido em Goiás, na cidade de Rio Verde. Casado. Pai de três filhos.

sábado, 5 de julho de 2014

Bento Santiago - Poema de Erivelto Reis

BENTO SANTIAGO
Erivelto Reis
Insisto na escolha de destinos,
Por um entendimento consagrado,
Critério que aplico aos amores, amigos,
Epitáfio, suspensórios e camisas…
Invento cores pra mudar os dias:
De azul e colorido amistoso
Para um pálido, enevoado
E cinza tenebroso.
Atravesso com o barqueiro
Sem moedas que permitam
Que a viagem eu conclua…
O rio é raso, mas eu sei que ele espreita
– A alma até flutua, mas afunda –
E trama a minha queda.
Por um dever de ofício
Cultuado e por indício,
Vou transformando a dádiva de viver
Em autêntico sacrifício.

Nenhum comentário:

Postar um comentário