Quem sou eu

Minha foto
Poeta - escritor - cronista - produtor cultural. Professor de Português e Literaturas. Especialista em Estudos Literários pela FEUC. Especialista em Literaturas Portuguesa e Africanas pela Faculdade de Letras da UFRJ. Mestre em Literatura Portuguesa pela UFRJ. Nascido em Goiás, na cidade de Rio Verde. Casado. Pai de três filhos.

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Poema: "Lapidar" - Erivelto Reis

Lapidar
Erivelto Reis

Não venham prantear saudades
Os que as improvisarem na hora...
Embotados,
Emotivos,
Consternados,
Pelo adiantado dos dias
Marcados,
(Des) – de que há – (finados)...
Quem conheceu
O que eu era,
Não vai alimentar quimeras!
Quem recordou do que fui,
Sabe que o tempo não me possui.
Só me consome!
Mesmo sem lembrar-se do meu nome.
Não me venham ofertar pela dor,
Tudo o que só me negaram

Enquanto não havia amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário